Gabriel / Ramos

⟨ pintor de pixel ⟩

  • Blog
  • Afinal de contas, o que é senioridade?

Afinal de contas, o que é senioridade?

Senioridade pra lá, senioridade pra cá, senior com X anos de carreira... Mas o que significa isso tudo?

5 min. de leitura

Foto por Gabriel Ramos

TL;DR - Não faço a mínima ideia! Mas aproveito esse post pra trazer algumas baboseiras ideias e reflexões sobre o tema que, na minha visão, são importantes.

#A mais pura e "simples" definição de sênior

Se pesquisarmos o significado de sênior ou senioridade, logo de cara encontraremos algo como:

"Condição ou estado de sênior, da pessoa mais velha, mais idosa, experiente. Período de tempo em que alguém trabalha ou ocupa determinado cargo numa empresa; experiência. Conhecimento ou experiência adquirido pelo exercício contínuo de uma função."

Fonte: Dicio.

Deixando toda questão de idade (de ser ou não uma pessoa mais velha) e inserindo o termo "senioridade" no nosso contexto de tecnologia, conseguimos perceber que por definição, "ser sênior" é algo muito mais voltado à experiência em si.

E como tudo, experiência é bem relativo e muda de pessoa pra pessoa. Cada pessoa tem uma trajetoria.

Mesmo assim, conseguimos refletir um pouco sobre a tal "senioridade" em alguns diferentes contextos.

#Pra algumas pessoas (e empresas), é só título

Em muitos lugares, ser "sênior" nada mais é do que um título (inclusive isso já foi um tópico por aqui).

Senioridade também está relacionada com o contexto que você está. Uma empresa que acabou de ser fundada e contratou seu time de desenvolvimento, naturalmente, concederá títulos de senioridade pra esse mesmo time conforme a empresa cresce de forma a "recompensar" que participou de sua construção. Independente da experiência desse time.

Vale lembrar que é interessante pra uma empresa conceder um cargo/título/salário pra não perder uma pessoa que tem um conhecimento profundo do negócio (o que pode até ser um pouco estranho, dependendo de como você encara essa situação). No fim do dia, todo mundo sabe que trabalho é puramente uma relação de interesse propósitos.

Cenários como esse fazem com que profissionais sejam "sêniores" daquela casa, daquela cadeira específica. Isso não quer dizer que a pessoa necessariamente tem uma vasta experiência em outros negócios ou em diferentes áreas da tecnologia (ou até mesmo profundidade em somente uma área), mas quer dizer que ela tem um domínio do negócio que é importante naquele contexto.

#Profundidade e abrangência técnica

Ter um domínio profundo sobre alguma área ou uma certa abrangência (que pode vir com o tempo) pode ser um traço de senioridade.

Naturalmente, dedicação e prática em algum assunto faz com que você adquira novas habilidades e faz com que você resolva problemas mais rápido e de maneira mais efetiva. Realizar abstrações, generalizar códigos, padronizar conteúdo e automatizar qualquer coisa, com certeza demanda muita prática.

#Profundidade e abrangência interpessoal

Saber lidar com pessoas e ter um bom relacionamento, com certeza é fruto de muita prática também.

Não é tão simples manter uma comunicação clara com pessoas que pensam de forma diferente ou até mesmo que exercem posições diferentes se você não tiver disposição.

Assim como os assuntos técnicos, isso também demanda dedicação e prática (o que nem sempre agrada todo mundo).

#Tempo de carreira... Será mesmo?

Esse é o ponto que me deixa mais em dúvida, sendo bem sincero.

Assim como o que comentei dos títulos, eu não acredito muito que tempo de carreira por si só faça com que você adquira traços e habilidades relacionadas à senioridade, justamente pelo fato do tempo de carreira não indicar uma qualidade e uma vivência regular para todas as pessoas.

Tentar definir senioridade simplesmente por questões técnicas, na minha opinião, além de difícil é até um pouco ingênuo. Vamos pensar em dois exemplos mais concretos deixar isso mais claro.

Uma pessoa que dedica mais de 10 anos e uma carreira e faz uma transição pra tecnologia, por exemplo, pode não ter profundidade ou abrangência técnica na nova área. No entanto, as chances de ter um profundidade ou abrangência em assuntos interpessoais é bem grande. Esse tempo de experiência trouxe "calos" de outra área que com certeza serão úteis na vida corporativa dessa pessoa, como seria considerada sua "senioridade"?

Da mesma forma como sabemos que existem perfis na área de tecnologia que são extremamente técnicos e possuem anos de experiência, mas que não se importam com questões interpessoais e preferem dedicar-se única e exclusivamente a assuntos técnicos. Caso essa mesma pessoa fizesse uma transição de carreira, como seria considerada sua "senioridade"?

Percebe como pode ser uma área meio cinzenta, onde vários pontos podem se entrelaçar? Tudo depende muito do cenário e de diversos aspectos de uma determinada pessoa.

#Traços que, pra mim, demonstram a tal "senioridade"

É um pouco difícil de falar, já que eu não acho (e espero nunca achar) que estou nessa posição de "sênior".

No entanto, eu gosto muito, muito, de observar outras pessoas nos times que eu passo. Especialmente as mais experientes que eu e que me fazem aprender. Eu notei alguns traços em comum nas atitudes e decisões que elas tomam que me influenciaram e que eu acredito que podem tornar a convivência entre um time mais harmoniosa e talvez considerar como alguns pontos de "senioridade". As 4 principais que me aparecem na cabeça agora são:

  • comunicação: saber se comunicar de forma clara, evitando possíveis falhas e fazendo com que as pessoas envolvidas em uma tarefa tenham ciência do que precisa ser feito;
  • resolução de problemas: entender como resolver e reagir a problemas (independente de sua natureza ou grau de urgência) de maneira rápida e eficaz;
  • lidar com áreas de interesse: entender que o produto que você constrói resolve problemas e é um item de interesse de outras áreas, naturalmente mantendo um diálogo claro e realizando negociações para que as demandas assim como as necessidades de um time sejam atendidas (de forma individual e em grupo);
  • compartilhamento: talvez seja um pouco clichê, mas na minha opinião, não é possível existir senioridade se não houver compartilhamento, seja ele através de conversas, documentações, ensinamentos ou qualquer sincronia interna que um time necessite

#E você, o que considera como "senioridade"?

Esses foram alguns pontos que me fizeram pensar sobre o tema nessa tarde cinzenta.

Vale lembrar que isso é simplesmente a minha visão sobre o assunto e de forma alguma eu quero estar certo, errado ou julgar o que você pode ou não ser. Apenas achei que podia ser um post interessante de trazer pra cá.

Espero que tenha curtido e, quem sabe, pensado um pouco sobre o assunto!


Compartilhe